Hotel com crianças: Club Med Rio das Pedras

Piscina Club Med Rio das PedrasFim de semana passado fomos convidados para conhecer o Club Med Rio das Pedras, que fica no litoral do Rio de Janeiro. Eu, que sou  fã de praia e calor, adorei esta escapadinha com as crianças para um resort, em pleno inverno!

O Club Med é uma rede conhecida por ter muitas opções de atividades e recreação. Algum tempo atrás não tinha nem televisão nos quartos, pois o objetivo era que os hóspedes fizessem atividades, esportes e se integrassem um com os outros (agora tem televisão, embora a gente não tenha nem usado!). Tudo isto, mediado pelos GOs, a equipe de recreadores, animadores e instrutores do hotel.Club Med Rio das Pedras

O hotel fica na Rio-Santo, um local muito bonito! A arquitetura é super charmosa e lembra as fazendas coloniais do interior do Rio.

Ficamos hospedados em um quarto muito bacana de dois andares com vista para o mar. As 3 crianças (meus filhos e minha afilhada) ficaram no andar de cima. Na escada tem um portãozinho – muito útil para quem estiver viajando com bebês que estão aprendendo a andar ou crianças pequenas.

Quarto hotel Club Med

Embora o resort não seja novo ele é constantemente renovado.

As refeições

O restaurante principal é grande e tem um menu bem variado. Muitos pratos são preparados na hora, tanto no almoço e no jantar como no café da manhã. Sempre há opções que agradam todos os gostos: light, gourmet, infantis, etc.Café da manhãPara quem está viajando com bebês, existe ainda o Cantinho do Bebês, com leites, fórmulas, frutas, microondas e utensílios úteis que pode ser usada 24 horas.Cantinho bebêQuando o restaurante principal fecha, o Jangada, abre. Ele é uma alteranativa para quem perdeu o almoço ou o café da manhã, ou quer fazer um lanchinho – o Pedro quis. À noite ele é um restaurante à la carte, incluído na diária, é necessário fazer reservas para jantar lá.

A recreação

O Club Med oferece muitos esportes e atividades que podem ser feitas tanto por quem está participando da recreação, quanto por quem não está como tênis, por exemplo. A recreacão assistida por monitores é a partir de 4 anos. O Pedro (11 anos) fez algumas atividades com o grupo, como o esqui aquático e o arco e flecha. Depois ele voltou várias vezes no arco flecha, algumas sozinho, outras com o pai.

Arco e flecha - Atividade do hotel Ele também brincou no Espaço Coca-Cola Teen – o novo espaço do hotel que é bem apropriado para idade dele: tem xadrez, pimbolim, alguns jogos de Wii (nenhum que possa ficar sentado), música bacana e uma decoração super moderninha!CocaColaWifiespacoTeenA Luiza, que tem 5 anos, também se alternou. Ficou um pouco com a gente na piscina e um pouco com a recreação. Neste sentindo, achei que faltou um pouquinho de encantamento para ela se unir a recreação – em alguns hotéis vi ela se entregar com mais facilidade. No Club Med, o momento onde ela se rendeu foi quando começaram os ensaios para o show.Show Club MedO ponto alto da recreação, sem dúvida, foi a apresentação no sábado a noite, onde eles fazem um grande musical onde as crianças participam. Confesso que cheguei a ficar emocionada e também impressionada com as coreografias. Acho que nunca tinha visto o Pedro dançar (fora festa junina, claro)! E a Luiza ainda fez um show extra de acrobacias, com o Hendel, gerente do Club Med Rio das Pedras!Piscina infantil Club MedA sede da recreação, Mini Club Med,  tem salas, quadras exclusivas e uma piscina infantil cercada super bacana. As crianças piraram quando viram! O Espaço Baby Club – para crianças de 2 e 3 anos é o único que não incluído no sistema all inclusive.

Baby Club

Os adultos também podem se divertir participando de gincanas, praticando esportes como tenis, volei de praia (que o Nuno adorou) ou, se preferirem, podem ficar na piscina calma, que fica mais isolada e onde não tem crianças nem atividades em grupo  na piscina!

Praia Rio das Pedras

G.Os – Gentil Organizadores

O hotel tem um lema de gentileza que é seguido a risca por muitos membros da equipe. Fiquei encantada com algumas pessoas, entre elas o Fabiano, a Marina e o Hendel.Recreração ClubMedFoi um fim de semana delicioso, com direito a conhecer alguns blogueiros de viagem e suas famílias que estavam na mesma Press Trip, que eu já conhecia e admirava,  como o Alessandro do Wazari (que inclusive está na lista de blogs da  3ª edição do livro Como Viajar Com Seus Filhos Sem Enlouquecer), a Renata Luppi do Mala Inquieta, a Claudia Consentino, que estava representando o Viajando com Pimpolhos, a Patricia Longo Tayão, do Viajarhei , a Fer (que também é minha sócia) no Eu Viajo Com Meus Filhos e conhecer ainda a Paula Ferreira, (que estava representando o Viage na Viagem), a Guta, do Vambora e a Tatiana Flores TV.

Club Med Rio das Pedras

 

Club Med Rio Das Pedras

O hotel fica a 115 km do Rio de Janeiro – levamos 1h40 do aeroporto Galeão.

BR 101 KM 441,5
RODOVIA RIO SANTOS 23860-000
MANGARATIBA,
RIO DE JANEIRO
Telefone: (55) 21 26 88 91 91
 
Nossa estadia foi um convite do Club Med.
As passagens aéreas foram pagas por nós.Rio das Pedras

 

 

 

10 animais que vimos no Pantanal

É impossível não criar uma certa expectativa em relação aos animais que as crianças vão conseguir ver no Pantanal. Minha lembrança era de muito jacarés, tuiuius, uma sucuri gigantesca (vista bem de longe) e muitos catetos (uma espécie de lobo do mato).

Desta vez vimos alguns outros, e não vi nenhuma cobra.

  1. ARARA AZUL: Acho que de todos os animais que vimos no Pantanal, ela é a ave mais encantadora. Vimos ela em bandos (e de muito perto) na fazenda Xaraés e algumas vezes na árvore da frente do nosso quarto. A Arara Azul é grande, não é a mesma espécie do Blue do filme RIO.

    Arara Azul no Pantanal

    Foto tirada pelo Pedro

  2. TATU: Foi o Pedro que viu o primeiro tatu. No jardim do hotel havia alguns buracos e, de vez em quando víamos ele por lá. Depois vimos outros pelas trilhas. O Pedro chegou a tirar algumas fotos deles bem de pertinho!Tatu
  3. EMA: Para falar a verdade, não sabia que havia emas vivendo de maneira selvagem por ai… ela vivem entre o gado, e como sua carne não é muito consumida pelo homem, tem uma vida relativamente tranquila.Ema
  4. TUCANOS: Foi a primeira ave que vimos, mas não consegui tirar nenhuma foto de perto!
  5. LOBINHO: o lobinho é uma espécie de cachorro do mato. Falando assim parece quase sem graça, mas encontrar um destes de noite,  no Pantanal, é bem impressionante!lobinho
  6. TAMANDUÁ BANDEIRA: Ele é tão diferente, tão exótico, fascinante!!! Os primeiros que vimos estavam atropelados na estrada. Quase morremos de dó! Mas depois acabamos vendo alguns na natureza (inclusive um atravessando a rua).Tamanduá Bandeira
  7. BUGIO: Não lembrava de ter visto macacos por lá. Vimos vários, sempre em grupos. Bem agarradinhos, muito fotos.
    Macaco
  8. CAPIVARAS: Tudo bem que para quem mora em Curitiba, capivaras são relativamente comuns (alguns bandos delas vivem no Parque Tingui e no Barigui), mas é sempre legal vê-las né?Capivara
  9. TUIUIUS: Um dos animais mais característicos desta região do Pantanal. Esta foto quem tirou foi meu cunhado, Daniel Lane, que estava com a gente!Tuiuiu
  10. JACARÉ: Vimos muitos! Adoro vê-los no Parantanl. Eles são tão numerosos quanto patos ou marrecos nos parques na cidade. Acho isto incrível! Os jacarés desta região que fomos são relativamente pequenos no comprimento.Jacaré no Pantanal - Brasil

VEJA TAMBEM:

HOTEL NO PANTANAL

Snowland com filhos pequenos

Nesta onda de Frozen, Anna e Elsa, minha filha ficou encantada com tudo relacionado a neve. Então aproveitamos uma viagem para Caxias do Sul para conhecer o Snowland, uma parque de neve fechado em Gramado.

Snowland Crianças Pequenas

Foi a segunda vez que fazemos uma viagem só com a Luiza, sem o irmão mais velho – que tinha uma acampamento do escoteiro. Como ela é a mais nova, isto raramente acontece, em poucas ocasiões ela tem a atenção só para ela. O programa foi uma delícia. Chegamos em Gramado sexta a noite e nos hospedamos no Hotel Serrano (depois vou fazer um post). No dia seguinte, tomamos café e fomos para o Snowland, a 7 km do hotel. O Snowland é o primeiro parque de neve coberto da América Latina. Fomos a um parque como estes em Dubai, mas a Luiza era muito pequena, só o Pedro aproveitou.

Snowland

Você quer brincar na neve?

Chegamos logo que o parque abriu, um pouco depois das 9, para evitar filas. Mesmo quem compra o ingresso com antecedência (nós compramos pelo site), precisa trocar o voucher pelas pulseiras. Nosso ingresso dava direito a duas horas na Montanha de Neve. Não é possível sair (para almoçar, por exemplo) e depois retornar.

O parque é dividido em Vilarejo Alpino, Montanha de Neve e Restaurante e Observatório.

VILAREJO ALPINO fica logo depois da entrada. Lembra uma mini cidade das estações de esqui. Há algumas lojinhas e uma  pista de patinação no gelo. Quando chegamos quase não havia fila para patinar, mas quando saímos a fila era enorme. Apenas crianças maiores de 6 anos podem patinar.

Snowland_0488

Logo que entramos ganhamos uma senha para a entrada na área da MONTANHA DE NEVE. Nosso número foi anunciado logo em seguida (5 minutos de espera). Entramos na ÁREA DE PREPARAÇÃO, onde  passamos por 3 balcões onde pegamos as roupas adequadas para o frio, luvas, capacete e botas. As bolsas, sapatos e casacos ficam em um armário (locker) que custa R$ 10. Um só armário foi o suficiente para as tralhas de toda a família.

Esqui no Snowland, em Gramado

SNOWPLAY

A temperatura dentro da Montanha de Neve é de -4ºC. Fomos direto no ESQUIBUNDA, um grande “escorregador” na neve que sai de dentro de um castelo de gelo. Nesta atração só é permitida a entrada de crianças até 7 anos. Elas escorregam em uma prancha inflável. A Luiza foi dezenas de vezes. Para os “grandes” (maiores de 10 anos) a brincadeira mais divertida é  uma pista de esquibunda maior.

SnowplayDepois demos uma volta no GLACIAL, onde há uma exposição de animais mecatrônicos como mamutes, tigres-dente-de-sabre, e ursos das cavernas.

Snowland - Animais Mecatrônicos

Animais Mecatrônicos

DICAS:

• O empréstimo da roupa necessária para a brincadeira está incluída no ingresso.

• Atividades e roupas para esquiar ou fazer snowboard não estão incluídas no ingresso;

• A idade mínima para entrada na Montanha de Neve é 4 anos;

• Para crianças pequenas são fornecidas 2 luvas pois elas sentem muito frio nos dedinhos. Me deram a dica de colocar uma luva cirúrgica além delas (é preciso levar de casa). Achei que vale a pena!!!

• Vale a pena convencer as crianças a irem no banheiro antes de colocarem toda a roupa de neve porque é muita roupa!!!

• Não fizemos a aula na Escola de Neve;

• Na saída também tem fila para pagar.

Boneco de Neve - Snowland

Antes de sair da Montanha de Neve, tomamos um chocolate quente no Hot Café, mas não chegamos a conhecer o restaurante. Ficamos nos Snowland cerca de 4 horas, com crianças pequenas acho que este tempo é o suficiente.

 

snowland_0533

Lojinha da saída

 

SERVIÇO:

Horário de funcionamento:
De segunda a sextas, das 9h ¡as 18h
Sábados, das 9h as 20h
Domingo, das 9h às 19h.

Endereço

RS 235 – 9009 – Gramado – RS – Serra Gaúcha – Brasil

 No site, o passaporte oferecido custa R$ 59 para as crianças e R$ 79 para os adultos. é possível comprar ingressos na hora, que não sejam “combos”.

 

Mapa retirado do site www.snowland.com.br

 

VEJA OUTROS POSTS SOBRE GRAMADO:
OUTROS POSTS SOBRE SNOWLAND:

 

 

Recife a caminho das praias de Pernambuco

Recife Antigo – Marco Zero

Recife está no roteiro de muitas famílias que estão a caminho das praias (lindíssimas, diga de passagem) de Pernambuco. Um dos principais destinos do litoral é Porto de Galinhas, que fica há cerca de 1 hora do aeroporto (quando não há trânsito). Algumas melhorias foram feitas na estrada recentemente e a entrada de Porto de Galinhas está fluindo melhor, embora em feriados, as vezes ainda fique congestionada.

Recife – revitalização

Fiquei muito bem impressionada. Fazia muitos anos que eu não passeava por Recife. Achei a cidade muito melhor conservada, com melhorias no transporte público, mais hospitais, orla conservada, sinalização adequada, enfim, de forma geral, gostei muito.

Marco Zero Recife

A revitalização do Recife Antigo

Recife antigo e a região do porto estão sendo revitalizados e o resultado está ficando muito bacana, a região ao redor do  Marco Zero já está toda colorida e simpática. O Centro de Artesanato de Recife tem uma ótima curadoria de imagens, louças, redes e lembranças. Logo em frente, fica o Parque das Esculturas do Brennand. É possível ver as esculturas a partir do Marco Zero ou de perto, atravessando o rio Capibaribe de barquinho (acabamos não fazendo este passeio pois vimos muitas esculturas na Oficina e no parque não há outras atrações).

Centro de Artesanato

Marco Zero e Parque das Esculturas

Almoçamos no Bar e Bistrô B&B, um restaurante bem prático (buffet), atrás do Centro de Artesanato. Ótima dica para quem estiver por alí na hora do almoço ou no fim da tarde, o local tem uma vista muito bonita do Parque das Esculturas.

Restaurante Recife Antigo

 

 

Passamos apenas 1 noite lá e conseguimos fazer alguns programas bem legais. Ainda deu tempo de fazer outros programas nos arredores:

Oficina Brennand

• Fomos conhecer a Oficina Brennand (que era um sonho há anos) veja o post aqui;

• Aproveitamos para visitar o Instituto Brennand – que não tem nada a ver com a Oficina; (estou devendo um post explicando sobre este espaço).

• Fomos jantar no Nez Bistrô, na praça de Casa Forte que foi projetada por Burle Marx. O restaurante é muito charmoso, eu adorei! Fomos com as crianças e elas foram super bem atendidas embora o clima seja mais “casal”,  principalmente a noite, por causa das mesas com velinhas. No cardápio, os pratos kids são Escalopes de Filé e Robalo Grelhado. Na região ficam diversos outros restaurantes e algumas baladinhas. No site Viaje na Viagem, o Ricardo Freire falou sobre o Barchef (veja aqui), passamos na frente e achei muito bacana.

 

 

 

Meu restaurante preferido na Disney: Yak e Yeti no Animal Kingdom

Durante a maratona de parques em Orlando a gente acaba experimentando comida de todos os estilos, de cachorro quente a maça do amor, de pizza a comida alemã, de hamburguer a … um delicioso atum selado com crosta de gergelim!?!

YAK & YETI

YAK & YETI, o meu restaurante preferido na Disney

O Yak & Yeti é um restaurante asiático do Animal Kingdom. Ele fica na Ásia, bem pertinho do Everest (a montanha russa mais radical do parque). No almoço ele fica bem cheio, então a gente deixa para ir no final da tarde. Como o parque fecha cedo, quando a gente termina de jantar, o parque já fechado.

Yak & Yeti

A decoração do Yak & Yeti é super charmosa e os pratos são uma perdição para quem gosta de comida asiática. O cardápio começa com entradas delicinhas como atum selado e rolinho primavera. PAra prato principal, recomendo o Malaysian Seafood Curry, o Seared Miso Salmon e o Lo Mein Srimp. E o cadápio kids também é super bacana: Vegetable Lo Mein (macarrãozinho com legumes), Chicken Tender (pedacinhos de frango com cenoras e arroz) ou Egg Roll. Outra sugestão para as crianças é o Stir-Fried Beef and Broccoli (bifinho com brócolis).

Restaurante no Animal KingdomRestaurante asiático Disney

Eles também tem drinks e chás bem diferentes. Vale a pena experimentar.

Descobrimos o Yak & Yeti em 2009 e fizemos questão de voltar agora para comprovar se ele continuava no mesmo estilo! Desta vez, a Luiza comeu também e aprovou.

Restaurante Asiático

Para ver o menu completo: Yak & Yeti

restaurante

Conhecemos o Yak & Yeti em 2009