Dubai com crianças: onde ficar

A família na frente do Burj Khalifa, o maior prédio do mundo

O hotel onde fiquei em Dubai, se chama Oasis Court e fica em Dubai Creek, um lugar bem pouco turístico. Não  é um lugar charmoso, mas há algumas quadras dali há um ponto do metro e o ônibus double deck (que passa pelos os pontos turísticos). Ele fica perto da parte antiga da cidade, que eu particularmente acho muito bacana, com galerias e cafés que oferecem um chá muito gostoso.

Nem cogite ficar lá, se não tiver levando carrinho para seu filho.

O ideal é ficar em algum dos hotéis na praia de Jumeirah. Os hotéis são maravilhosos, o preço deles é proporcional ao conforto.
No Jumeirah Beach Hotel por exemplo, os hóspedes tem livre acesso ao Wild Wadi, um parque aquático muito bacana que nós fomos.


Já fui jantar num dos restaurante do Madinat, outro hotel muito bacana.
Outros hotéis, como o The Atlantis, são uma atração a parte, com direito a quartos com aquários, nadar com golfinhos, parques aquáticos, praia particular, kids club, etc.

Estes hotéis são completos e funcionam como resorts. Quase todos tem a política de Day Use: mesmo que você não esteja hospedado lá, pode, mediante o pagamento de uma taxa, usufruir do hotel (piscina, praia, restaurante).

Uma opção mais barata e bastante conveniente de hospedagem em Dubai, são os hotéis dentro (ou colados) dos shoppings. No Mall of The Emirates (o shopping que tem a pista de esqui) fica o Kempinski e o Pullman (ambos 5 estrelas), e bem pertinho há um Ibis e um Suite Novotel.

No City Center fica o Sofitel City Center.

Com o metro, mesmo os hotéis da Sheik Zeid road, como o Novotel e o Ibis Word Trade Center são opções viáveis.

Transporte

• Achei o tour com o ônibus double deck super prático para quem tem pouco tempo porque passa pelos principais pontos turísticos e fica mais fácil entender a cidade.

• O metro é super novo e funciona bem, mas não para em todas as estações porque elas ainda não estão prontas. Ele é uma boa alternativa para a hora do rush, quando o trânsito em Dubai chega a ficar parado.

• As distâncias são mais longas do que parece.

Minhas recomendações para quem vai para Dubai:

• Conseguir o visto comprando o pacote por uma agência de viagens é MUITO mais fácil porque o próprio hotel emite seu visto. Se este não for seu caso, você precisa levar o documentos e emitir o visto no aeroporto de Dubai. O guichê fica no saguão da imigração. Não é complicado, mas é meio chato para quem já esta a horas viajando, com filhos pequenos cansados e com fome. O visto de turista só é emitido para quem vai ficar até 96 horas e não é barato (tem um banco ali mesmo par que seja feito o pagamento).

Se você estiver em trânsito, informe-se sobre taxas e tempo de permanência. As informações sobre estas questões são muito pouco claras, tanto na internet como nas embaixadas. As agências de viagem acabam não sabendo também porque, desde que eles façam reserva do hotel, eles não precisam se preocupar com nada. Quando liguei para o Consulado, me informaram que eu devia ligar para Emirates Airlines, porque eles sabiam melhor quais as regras do visto!!!

• Há todo o tipo de culinária em Dubai, de todas as nacionalidades. Todas as grandes redes tem uma filial lá. Mas a comida mais gostosa e mais barara que eu comi lá, foi a árabe.

• Só há bebidas alcolicas no restaurantes e hotéis bem turísticos (no hotel onde fiquei, pro exemplo, não tinha).

• Foi bem fácil achar NAN2 (fórmula) em Dubai

Os outros post sobrbe Dubai estão aqui e aqui.

As melhores viagens com criancas: Dubai

10 coisas legais para fazer em Dubai com crianças:

1. Brincar na neve na pista de Ski dentro do Mall of The Emirates, com luvas e roupa apropriada para neve enquanto lá fora faz 40ºC

2. Fazer Rally no deserto num super 4×4 (com direito a cadeirinha para bebe, se necessário)

3. Andar de camelo

4. Ver o maior aquário do mundo dentro do maior shopping do mundo (Dubai Mall)

5. Brincar no parque na Sega (Dubai Mall)

6. Ir num parque aquático onde ao invés de descer tobogãs e cai ir piscinas, você começa por baixo e é levado para cima com a força da água (Wild Wadi)

7. Subir no prédio mais alto do mundo (Burj Khalifa) pelo elevador mais rápido do mundo

8. Nadar com os golfinhos no Dolphin Bay (no Atlantis, numa das ilhas-palmeiras, The Palm, Dubai)

9. Passear em tuneis dentro do aquário submerso no The Lost Chambers

10. Conhecer a velha Dubai atravessando de barco o Dubai Creek até o Spice Souk (mercado de especiarias)

Tem se falado muito sobre a crise financeira em que Dubai se encontra, e concordo que existem outros lugares que podem até ser mais interessantes que Dubai. No entanto Dubai não deixa de ser um destino com muitas opções de entretenimento para crianças  eque fica no meio de caminho entre o Brasil e a Asia (parada da Emirates para diversos destinos).

Dubai para Crianças

Onde Ficar em Dubai

Dubai para crianças

Fui para Dubai 5 anos atrás. Quando decidimos que pararíamos lá na volta da Tailândia, já sabia que haveria bastante programas legais para fazer com crianças. Dubai tem o maior shopping, o maior aquário, o maior prédio, o maior elevador, pista de esqui na neve onde é preciso usar roupas de frio quando lá fora está quase 40ºC.


Acho que para o Pedro foi quase como ir para a Disney, claro que não existe a magia dos personagens e do reino encantado, mas ele se divertiu muito!!!

Já no primeiro dia fomos dar uma volta de ônibus double-deck (que ele adorou), ele foi na pista de esqui na neve (com capacete, luvas e roupa especial) e fizemos rally no deserto! O rally é feito por um 4×4 bem equipado e decidimos levar a Luiza junto. o passeio é um equivalente a andar de bugue nas dunas no nordeste, com emoção. Um pouco mais seguro porque o carro é fechado. A Luiza foi na cadeirinha infantil, e é claro que não deixou de dar a dormindinha da tarde, mesmo com as subidas e descidas vertiginosas.
O Pedro não acreditava! quando paramos para ver o pôr-de-sol no deserto ele confessou:
– É muito mais legal do que eu imaginei!!

O trajeto termina numa acampamento com comidas típicas, passeio de camelo e dança do ventre. É um programa turístico, mas muito legal.

No dia seguinte fomos no maior prédio do mundo, que tinha recém inaugurado. Ele se chama Burj Khalifa (se chamava Burj Dubai até poucos meses atrás, mas mudou de nome na última hora pois o Sheik Khalifa ajudou a financiar o fim da obra). Pegamos o elevador mais rápido do mundo para chegar no 124º andar. A vista é incrível! Na base do Burj Khalifa fica o maior shopping do mundo, o Dubai Mall. A área infantil é cheia de atrações e o Pedro escolheu ir no parque da Sega. O Pedro adorou, o Nuno passou mal num dos brinquedos. Coisas de pai. Eu estava do lado de fora com a Luiza.

No último dia fomos num dos parques é aquáticos, o Wild Wadi. Ele fica no pé do Burj Al Arab, aquele hotel em forma de vela de barco, considerado 7 estrelas.. O parque estava bem vazio por ser inverno.

O diferencial dele é que ao invés de descermos em tobogans, nós subimos, pois um jato de água super forte nos leva para cima. É bem bacana!

ADIVINHA QUEM ESTÁ DORMINDO?

Para mim, uma das partes mais legais de Dubai, é a região de Dubai Creek, uma das únicas área que não foi “montada”. Os shoppings, aquários, parques, hotéis são impressionantes, mas Dubai Creek é mais autêntico. Para atravessar o creek usamos um “barco-taxi”, do outro lado fica o Spice Market, e o Gold Souk. Dois lugares que valem a pena conhecer.

A Luiza aproveitou para dar uma dormidinha!

Onde ficar em Dubai

10 coisas legais para fazer em Dubai e o vídeo