Roteiro pela Estrada Mais Bonita do Mundo – Icefields Parkway

Trans Canada 1

Dia 1 – Vancouver – Salmon Arm (Pierre’s Point)

Marcamos para pegar os motorhomes (Canada Cruise e Canadream de manhã). Passamos no Wallmart mais próximo e em seguida pegamos a Trans Canada 1. No fim do dia chegamos em um local chamado Salmon Arm (BC). O nome do camping  era Pierre’s Point. Nossa primeira noite no motorhome foi em grande estilo, na beira do lago. Este camping é bem estruturado, com recepção, banheiros completos, playground, locais para fogueira e mesa para cada RV, lenha, lavanderia, eletricidade, descarga etc.

Salmon Arm

Dia 2 – Lake Louise (Johnston Canyon)

Encontramos a “Estrada mais Bonita do Mundo” (Icefield’s Parkway, na altura do Lake Louise. Aproveitamos para conhecer o famoso lago (belíssimo). Dirigimos mais um pouco em direção a Banff e nos instalamos camping Johnston Canyon. Os campings dentro dos parques nacionais de Banff e Jasper tem estrutura bem mais simples. Nesta noite dormimos no no meio das árvores. O Johnston Canyon tem banheiros bons e limpos e local para fazer fogueira ao lado do motorhome. Mas não tem energia elétrica ou descarga para os RV’s.

Johnson's

Observação: Os campgounds ficam lotados no fim da tarde, chegue cedo ou faça reserva.

Dia 3 – Banff (Tunnel Campground)

Garantimos nosso lugar no Tunnel logo cedo. Nos instalamos e fomos passear em Banff. A cidade é bem pequena e  super simpática, cheia de lojinhas e restaurantes. Estacionamos nos estacionamentos para RVs e ficamos passeando. Subimos no teleférico onde a vista das Rocky Mountains é belíssima. Há muitos programas, rafting e trilhas na região, que também é famosa por causa de banhos termais. Adoraria voltar para passar mais um ou dois dias na cidade e fazer mais alguns programas.  Em Banff comemos de novo no The Old Spaguetti Factory (fiz um post para o blog Destemperadinhos sobre este restaurante).

BanffBanffBanff (Canada)

Tunnel fica em um local deslumbrante. É bem mais urbanizado do que o Johnston Canyon (tem ruas pavimentadas), mas fica entre montanhas nevadas, que dão um charme para o lugar. Os banheiros são ótimos e ele tem eletricidade e descarga para RV’s (não são individuais).

Estrada Canada

Dia 4 – Lake Louise – Lake Morraine (Jonas Creek)

Como o dia estava lindo e o céu azul decidimos repetir o Lake Louise e conhecer o Lake Morraine. Valeu a pena, as fotos ficaram lindas. Depois pegamos a estrada. Nesta noite dormimos no camping mais selvagem de toda a viagem, o Jonas Creek. Ele não tinha energia, nem banheiro, nem água, nem recepção. Nada. Além disto, muitos avisos de cuidado com os ursos, ou seja… foi uma noite emocionante. O campground fica na beira de rio e é cercado de montanhas.

Ursos

Dia 5 – Glacier – Athabasca Falls (Whistlers Campground)

No nosso último dia pela estrada passamos pelo Athabasca Glacier, uma geleira enorme que pode ser visitada com caminhões adaptados com rodas enormes. É muito frio mas foi muito divertido para as crianças.

Athabasca Glacier

Outra atração deste trecho é a Athabasca Falls, corredeiras que esculpiram a pedra de uma maneira muito interessante.

Athabasca

O campground Whistlers foi a nossa base para Jasper. Este campground também é bastante estruturado, com bons banheiros e até um teatro ao ar livre. As crianças adoraram o playground.

Whistlers

Dia 6 – Jasper (Campground Clearwater)

Jasper é ainda menor que Banff mas também é cheia de restaurantinhos simpáticos. Alguns muito bem recomendado. Jantamos no grego Karouzo’s. A cidade também é a base para diversas atividades, river rafting de diversas intensidades. O teleférico leva para para uma trilha fantástica no alto da montanha. Aproveitamos o máximo que pudemos e depois pegamos a estrada rumo a Vancouver. Para dormir escolhemos um camping da rede KOA  em Clearwater com direito a banheiros limpos, eletricidade, piscina, loja de conveniencias e tudo o que você poder esperar!

Jasper

Há centros de informações turísticas na entrada de Banff, Jasper e do Lake Louise com bastante informações de programas, mapas, horários de abertura e fechamento dos locais de visitação, trilhas, telefones para fazer reservas de hotel/ campings, etc.

Veja mais fotos e mais dicas neste post. : https://coisasdemae.wordpress.com/2013/08/09/a-estrada-mais-bonita-do-mundo-nosso-roteiro-de-motorhome-no-canada/

Neste mapa é possível entender bem a estrada entre Calgary e Jasper.

Nosso roteiro completo pelo Canadá (outros posts):

Vancouver

  • Chinatown
  • Vancouver Aquario
  • Stanley Park de bicicleta
  • Granville Island

Vancouver Island

Camping com crianças no Cânion do Guartela (Paraná)

Guartela

Faz 3 anos que o Pedro pede para acampar com amigos no aniversário. Nos dois primeiros anos foi no jardim de casa mesmo, mas com direito a trilhas, fogueiras e brincadeiras bem divertidas. Depois da experiência da viagem de motorhome no Canadá, acampar ganhou um outro conceito.

Desta vez, nosso destino foi o Canyon do Guartelá. Fomos em 3 adultos (meu irmão foi junto) e 5 crianças (4 meninos de 10 anos e a Luiza). O Canyon fica há 200 quilômetros de Curitiba, entre Castro e Tibagi. É um dos maiores cânions do Brasil e do mundo e foi escavado pelo rio Iapó.

O acampamento

Camping

Escolhemos o Pousada Fazenda Guartelá, que fica a 6 km do Canyon, para acampar. O local tem instalações simples. Além da área para acampar, tem também apartamentos. A estrutura é bem básica mas a pousada fica em um local muito bonito. A piscina é bem gelada e tem um escorregador-tobogan que as crianças adoram.

Piscina Pousada Fazenda Guartelá

O clima da pousada é muito tranquilo e a comida caseira, servida no fogão a lenha, é muito saborosa. Fizemos a última refeição lá, as outras foram no acampamento.

Guartela

Nesta noite o nosso jantar foi gengiskan (não sei se todo mundo conhece, é um churrasco feito em uma grelha em forma de semi círculo que fica no chão, quase um foundue com brasa). Para as crianças, a parte mais divertida de acampar, é a fogueira. Fizemos marshmellow e eles brincaram de esconde-esconde com lanternas e trubisquinhos que brilham (pulserinhas etc). Dormimos em 3 barracas iglus.

Barraca

Parque Estadual do Guartelá

Fiquei muito bem impressiona com a estrutura do Parque Estadual. Na chegada os visitantes assistem a um vídeo rápido que explica um pouco sobre o parque (bem fraquinho). O percurso até o Canyon é todo sinalizado e delimitado.Parque Estadual do Guartelá Parque Estadual

A trilha tem 5 km e é considerada leve. Em todo o trajeto há monitores atentos aos visitantes. A primeira parte é uma grande descida (que vira subida na volta) pavimentada com pedras. Depois começa a trilha mais estreira, feita de madeira. No ponto final do trajeto há um grande deck  que debruça sobre o cânion. O visual é de tirar o fôlego. Todo o passeio leva cerca de 2 a 3 horas.

Canyon

Uma das grandes atrações para as crianças, fica no meio do caminho: os panelões que são buracos na pedra, no leito do rio, que formam piscinas-ofuros. Outro destaque é a Cachoeira da Ponte de Pedra, que tem uma queda de quase 200 metros.

Panelões Guartelá

Para pais com crianças  pequenas (menores de 6 anos) ou para pessoas mais velhas com menos resistência, há uma condução que faz o leva-e-traz no percurso do primeiro trajeto (que é mais íngreme). Já para os mais aventureiros, há uma trilha mais longa, que tem 8 km e leva de 3 a 4 horas.

Vista Rio Iapó

Próximo destino: Canadá

Vou ficar longe por uns dias, vou com a Luiza para o Canadá!Image

Confesso que estou com muito mais expectativas do que imaginava que teria. Vai ser uma road trip com direito a paisagens deslumbrantes, animais cruzando a estrada e a família toda viajando de… motorhome! Na volta conto como foi!

Image

Vamos ver se 20 e tantos anos depois ainda temos as manhas deste tipo de viagem.

Image

Acampamento de aniversário

A festa de aniversário do Pedro foi feita com quase 1 mês de atraso. Como ele queria um acampamento, fiquei com medo de que no começo do mês estivesse muito frio, fui adiando, adiando, até que achei que estava quente o suficiente: o fim de semana estava perfeito. Com direito a blue moon (a 2ª lua cheia do mês) e tudo.

Foram apenas 6 meninos, divididos em 2 barracas, e mais duas de apoio: em uma ficou meu irmão e em outra o Nuno e a Luiza (eu dormi no conforto da minha própria cama).

Foi um sucesso, ainda mais legal que o ano passado. Eles fizeram fogueira com direito a marshmallow no espeto, trilha no mato à noite (para dar mais emoção), jogaram futebol, ping-pong, brincaram de pega pega, cabo de guerra, tomaram banho de piscina (gelada!) e por último, brincaram de escorregar em uma lona com sabão em pó.

Menina Não Entra

A festa de aniversário do Pedro este ano foi um acampamento só para meninos. Finalmente esquentou um pouco (e a chuva deu uma tregua), então chamamos 6 amigos para dormir lá em casa. Eles se divertiram e aproveitaram tanto, que ontem, às 8 da noite, o Pedro capotou.

Todos participaram na hora de montar as barracas

As 3 barracas ficaram de frente para a fogueira

A turma da barraca do Pedro

Uma intrusa na turma

Hora da fogueira e das lanternas

Foram eles que montaram suas barracas e fizeram a fogueira. Para deixar a brincadeira mais divertida, teve até espetinho de marshmellow. Claro que ficaram conversando, rindo (e se inticando) até tarde, e antes das 8 já estavam de pé. Quem dormiu com eles na barraca foi o Nuno (eu fiquei no conforto da minha caminha), e a Luiza, claro, que acha o máximo tudo que o irmão e os amigos do irmão fazem.

No dia seguinte, fizeram todos os “opcionais” da chácara:

  • jogaram bola;
  • desceram o morro de skate;
  • pegaram girino
  • entraram no lago
  • entraram na piscina (gelaaaaaada)
  • andaram a cavalo
  • brincaram na casinha da árvore

Quando entreguei os filhos para seus pais, avisei: eles estão imundos e exaustos.

 

As 8 da manhã eles já estavam jogando futebol

As 10h, caçando girinos

As 11h, na piscina

O bolo fui eu quem fiz, mas não ficou o máximo... os pratinhos sobraram de outro aniversário: consumo consciente, sempre reaproveito

 

O cardápio do jantar foi ravioli de carne (a pedido do aniversáriante) e do almoço, churrasco. De sobremesa, sorvete, bolo e docinhos.